Tenha o Jardim dos seus Sonhos

Se você adora ficar ao ar livre e natureza, aposto que, uma vez ou outra, você sonhou com o seu jardim perfeito – quais as plantas utilizaria, como dispô-las – e então segue o próximo pensamento: “como manter meu jardim perfeito igual ao meu sonho”?

É possível criar o jardim dos seus sonhos, que seja ao mesmo tempo bonito e com uma manutenção que não lhe faça arrepender-se de ter sonhado.

Atreva-se a sonhar

Deixe sua mente viajar enquanto imagina o jardim perfeito.Pense nas cores e texturas que você acha agradáveis. Considere estilos diferentes de jardins e o que eles podem conter.

Misture e combine-os na sua cabeça. Vá para a cama à noite pensando em passear pelo jardim perfeito. Com o que se parece? À medida que as idéias começam a clarear, você está bem encaminhado para transformar seu sonho em realidade.

Crie uma visão

Embora isso possa parecer um pouco delicado, na verdade é um passo muito importante. Comece pegando uma porção de revistas de jardinagem e design e recortando as imagens que lhe interessam – elas podem ser pátios, piscinas, fontes, canteiros de flores, arbustos e iluminação. Fixe-as em um quadro de avisos e, em seguida, sente-se e olhe para eles, frequentemente por algum tempo.

Veja os temas que se repetem nas imagens? Por exemplo, se você está pensando em instalar uma piscina como parte de seu espaço ao ar livre, as formas da piscina são arredondadas ou retangulares nas fotos que você recorta? Isso revela alguns elementos-chave da sua abordagem ao design.

Uma compreensão do que você realmente quer começa a aparecer quando você faz este exercício – e isso é importante, considerando o investimento que você está prestes a fazer para transformar seu sonho em realidade.

Projetar

Depois de ter uma visão clara, é hora de colocá-la no papel. Não se preocupe com suas habilidades artísticas – o objetivo é simplesmente diagramar ou delinear o que irá para onde. Tente desenhar um diagrama simples de bolhas. Coloque sua casa no esboço e adicione círculos onde os elementos da paisagem irão.

Conforme você posiciona os recursos do jardim e da paisagem, pense em como você se moverá entre eles – existem passagens? Caminhos orgânicos? Gramado?

À medida que começa uni-los no papel, você estará desenvolvendo uma imagem mais clara do resultado e será capaz de determinar se é um projeto viável que você pode executar no seu espaço. Se determinados elementos estiverem estranhos, considere eliminá-los.

Não tenha medo de revisar – considere o seu plano no papel um “documento vivo” que pode evoluir.

Desenvolva o plano

Agora você está no estágio que envolve dois planos: o primeiro é um esquema do que você está construindo e o segundo é um plano de como construí-lo. Este é o ponto em que você precisa determinar se você tem as habilidades para fazer isso sozinho ou se precisa de ajuda profissional.

Seja honesto sobre o seu conjunto de habilidades – só porque você acha que pode fazer isso não significa que pode. Você tem o espaço e os recursos disponíveis para fazê-lo? O que mais você precisa e como você vai conseguir?

Por exemplo, você tem a capacidade de avaliar este projeto? Você sabe o que é necessário para construí-lo? Se você dedidir procurar apoio profissional, utilize a plataforma ADRUA, que possui profissionais de construção e jardinagem.

Construa

Até agora você já examinou completamente seu plano. Você sabe que é factível. Aqui é onde você respira fundo e diz: “Ok, estamos prontos para ir – qual é a melhor maneira de fazer isso acontecer?” Não é hora de improvisar ou usar atalhos. Os erros que você cometer agora serão de sua responsabilidade e vão gerar ou evitar futuras despesas de manutenção a longo prazo.

Digamos que você escolheu um monte de plantas não-nativas porque ama como elas são, sem considerar se são compatíveis com o ambiente local. Você acabou de garantir uma manutenção mais cara porque não selecionou plantas nativas que crescem naturalmente em seu solo.

E isso é só o topo do iceberg. Existem vários outros problemas potenciais à espreita logo abaixo da superfície, dependendo do tipo e tamanho do seu projeto. É por isso que é importante trabalhar com as práticas recomendadas ou trabalhar com profissionais experientes.

Implementar um plano de manutenção

Antes mesmo de colocar uma pá no chão para iniciar a instalação, certifique-se de ter desenvolvido um plano de manutenção que você possa implementar com sucesso. Depois que suas plantas estiverem estabelecidas, você precisará ter um plano pronto para a manutenção e manter a paisagem ao longo de sua vida útil. Quantifique-o para ter certeza de que você tem os recursos necessários.

Certifique-se de que você está utilizando as melhores práticas de desenvolvimento de paisagismo. Vá devagar, implemente de forma incremental. É estabilidade e equilíbrio a longo prazo que tornam a manutenção gerenciável.

Leave a Comment